terça-feira ,23 janeiro 2018

Home / Noticias / MÃO SANTA, O PREFEITO MUITO DIFERENTE!

MÃO SANTA, O PREFEITO MUITO DIFERENTE!

Diferente de todos os Prefeitos que a segunda maior cidade do estado do Piauí, a litorânea Parnaíba já teve à frente do poder Municipal, a capital do Delta e das belas praias, lagoas, dunas e uma gente hospitaleira, gente esta que passou muitos anos sem ver o Prefeito de sua cidade, porque ficavam dentro de gabinetes com ar condicionados e nada de andar ou muito menos falar com os moradores que a elegeram para lá estarem, para fazer as ações em prol da população, nas áreas da saúde, educação, segurança, além de muitas outras que fazem a cidade ter um movimento e circulação de renda.

IMG_4980

Hoje a cidade de Parnaíba tem um Prefeito de verdade, que vive em contato direto com a população, ouvindo suas reivindicações e as necessidades que a cidade exige. O Prefeito começa a ser diferente ao chegar na sede da Prefeitura pela porta da frente e não pelos fundos, como vinha acontecendo onde ninguém conseguia ver, muito menos falar com o Prefeito.

Agora com Mão Santa tudo mudou, todos vêem, falam e o mais interessante, nunca se fez tanto em tão pouco tempo afrente do poder Municipal, mesmo em tempo de crise o Prefeito Mão Santa já fez muito mais que o ex, que detinha o apoio da Presidenta Dilma e o Governador Wellington Dias do PT, com todos estes importantes apoios, nada foi feito.

capa

Mão Santa recebeu uma a herança maldita, uma cidade esburacada, postos de saúde fechados, além de dívidas, carros sucateados, prédios abandonados e o pior, o povo esquecido pelo poder Municipal. Mão Santa está revitalizando a cidade num pior momento do Brasil. Este homem e sua esposa merecem mais que aplausos, pois são mesmo diferentes e humanitários. E ainda tem revoltados que chegam a fazer críticas.  Mas como disse Jesus, eles não sabem o que dizem.

Por: Itamar Torreão

 

Você pode Gostar de:

z

Fabio Sérvio novidade na política do Piauí

Compartilhe no WhatsAppNeste ano que começa já dá inicio também as conversações e acordos para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *