terça-feira ,23 janeiro 2018

Home / Noticias / Servidores do HEDA denunciam 2 meses de salários atrasados

Servidores do HEDA denunciam 2 meses de salários atrasados

Uma denúncia recebida dava conta que o salário dos servidores contratados do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, estaria atrasado em dois meses, iniciando o terceiro mês de atraso. Confira na íntegra a mensagem:
“Olá gostaria que vc publicasse que o salário das enfermeiras contratadas aqui do heda está 2 meses atrasado, e esse mês entra no 3 mês. Já buscamos falar com Dr. Hélio e com o Florentino, quando estão aqui é só sorriso pra foto mas agora eles nem nos atendem, por favor não revele meu número”.
 

Resultado de imagem para heda - hospital estadual dirceu arcoverde parnaíba - pi

Direção nega atraso
Procurada pela reportagem, a diretora do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde – HEDA, negou a informação de atraso salarial aos servidores contratados da instituição.

 

“Em setembro nós tivemos um problema com o TAC – Termo de Ajuste e Conduta, que o Ministério Público emitiu para que fosse adequado o repasse SESAPI a hospitais. Então no mês de setembro, nós não pagamos o salário de agosto por conta deste PAC que foi feito um ajuste dos sistemas entre SEFAZ, Banco do Brasil e Caixa (Econômica Federal). O ajuste foi realizado na semana passada, e, na sexta-feira (29/09) começamos a empenhar o pagamento de agosto e hoje (05/10) nós terminamos de pagar o salário de agosto dos profissionais “não médicos”, os médicos nós começamos a empenhar hoje (05/10). Então como estamos pagando agosto, o mês de setembro será pago até o dia 20 de outubro como é comum em todos os meses isso acontecer, (pagar o mês trabalhado até o dia 20 do próximo mês). ” Esclareceu Adrízia Fontenele, diretora geral do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde.
Ainda segundo a diretora, o TAC emitido pelo Ministério Público teria como finalidade a adequação do sistema da SEFAZ com o Banco que repassa o dinheiro ao hospital. “O dinheiro tava na conta. A gente via o dinheiro e não podia mexer”. Argumentou Adrízia.
Adrízia ainda informou que em outubro o pagamento está normalizado dentro do “habitual” para pagamento dos funcionários, ou seja, até o dia 20 do mês seguinte ao mês trabalhado.
Edição: Pulsar News

Você pode Gostar de:

z

Fabio Sérvio novidade na política do Piauí

Compartilhe no WhatsAppNeste ano que começa já dá inicio também as conversações e acordos para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *